Polêmica envolvendo o filme da Disney…. Acontece que depois do diretor Bill Condon revelar que a versão live-action de “A Bela e a Fera” terá o primeiro personagem abertamente gay da Disney, um cinema no Alabama, nos Estados Unidos, resolveu cancelar todas as sessões de exibição do filme.

Segundo o TMZ, o responsável pelo cinema “Henagar Drive-In Theater” decidiu não exibir o filme por conta do personagem LeFou, o amigo do Gaston, ter uma cena gay no filme. O dono do cinema afirmou que não vai se comprometer com o que a Bíblia ensina.

Se não podemos levar nossa neta de 11 anos ou nosso neto de 8 para ver o filme, então não temos porquê vê-lo. Se eu não posso me sentar ao lado de Deus ou de Jesus para assistir a um filme, então para mim não faz sentido exibi-lo”, disse o dono do cinema.

O dono do estabelecimento concluiu afirmando que o seu cinema é dedicado a “famílias” e que, por isso, não seria exibido um filme com cenas de sexo, nudez e com relações homossexuais.