coluna hp topo

COLUNA: O impacto cultural de Harry Potter

coluna hp topo

A saga do bruxo mais famoso do século deixou sua marca na história do cinema e da Literatura. Com seus sete livros e oito filmes, Harry Potter é evidentemente a saga de livros e de filmes mais lucrativas em sua área, mas o sucesso vai além dos números: o legado do bruxo teve grande impacto cultural em todo mundo, marcando desde sua leal fanbase, os Potterheads, até o público geral que já se apreciou com a saga do bruxo. O impacto cultural de Harry Potter na indústria literária e cinematográfica é o tema da nossa coluna de hoje.

“Ele vai ser famoso, uma lenda. Eu não me surpreenderia se o dia de hoje ficasse conhecido no futuro como dia de Harry Potter. Vão escrever livros sobre Harry. Todas as crianças no nosso mundo vão conhecer o nome dele!” – Minerva McGonagall, Harry Potter e a Pedra Filosofal

Antes de ir pra parte cultural, alguns números: Mais de 400 milhões de cópias vendidas, traduzidas em mais de 73 idiomas. Caso não saibam, isso é um recorde, ficando na frente de grandes obras consagradas da literatura, como O Senhor dos Anéis (cerca de 100 milhões de cópias), as obras de Paulo Coelho e Dan Brown. Isso sem falar que os quatro últimos livros bateram recordes consecutivos de rapidez de vendas. Entretanto, é de conhecimento mundial que a saga do bruxo também teve seu sucesso no cinema. Estando na frente de franquias como os 9 filmes da Marvel, O Senhor dos Anéis, Star Wars e famosa saga de James Bond, Harry Potter é a maior franquia cinematográfica de todos os tempos, com a pequena bilheteria de $7,7 bilhões de dólares.

coluna hp 1

Já estando evidente os números que rodam a saga do bruxo, vamos para o impacto cultural: Primeiramente, é preciso evidenciar que Harry Potter, com a ajuda da Warner Bros e da Bloomsburry, criou sua própria indústria de consumo. Ao contrário de grande parte das outras sagas, Harry Potter conseguiu estabelecer um público e uma ligação individual e fixa com a indústria do entretenimento. É como se a franquia ultrapassasse o conceito de best-seller e passasse a ser um novo setor da indústria cinematográfica e literária.

Malia e eu lemos toda a série de Harry Potter juntos em voz alta. Terminamos todos os sete livros. Foi divertido e representou uma excelente ligação.” – Barack Obama, Presidente dos EUA

Ao se falar de literatura, Harry Potter é uma saga ainda considerada nova para se comparar a outros clássicos da fantasia, como O Senhor dos Anéis e As Crônicas de Nárnia. Entretanto, não fica para trás em seu impacto na sociedade: Uma pesquisa realizada em 2006 evidenciou que mais da metade dos leitores com idades entre 5 e 17 anos não liam livros por entretenimento antes de ler Harry Potter, e também informou que para mais de 60% dos filhos e 76% dos pais pesquisados, após lerem a obra, o desempenho escolar das crianças foi crescente.

coluna hp 2

O sucesso do bruxo trouxe também várias novidades para as editoras, que antes tratavam a literatura fantástica como segundo plano, valendo lembrar que o primeiro livro da saga foi negado por duas editoras antes de ser publicado. Criou-se também o costume de fazer eventos para lançamentos mundiais de livros, em que festas eram criadas para o lançamento às 00hr das obras em todo o planeta. Foram inúmeros impactos sobre a sociedade inglesa e o mundo, podendo ressaltar, por exemplo, a adesão de um novo significado para a palavra muggle (trouxa) no famoso dicionário inglês Oxford, seguindo a interpretação da palavra na obra de Rowling.

“Harry Potter é sobre confrontar medos, encontrar força interior e fazer a coisa certa diante da adversidade.” – Stephen King

Ao se falar de crítica, a saga literária também não fica para trás: foi reconhecida por misturar características de muitos gêneros literários, e alvo de excelentes críticas, como a do famoso romancista Stephen King, que afirmou que a saga é um feito de uma imaginação superior, e que passará pelo teste do tempo até entrar nas prateleiras que apenas os melhores entram. Não é saudável nem inteligente comparar a obra de Rowling com a de outros gênios da literatura, como Tolkien, Martin e Lewis, devido as diferenças que consistem suas obras, entretanto, é possível dizer que se comparado ao pequeno tempo de publicação da saga do bruxo, Rowling conseguiu chegar ao patamar desses gênios, o que rendeu a ela incontáveis prêmios, como a insígnia de participante da Ordem do Império Britânico pela própria Rainha da Inglaterra. A saga também ganhou diversos fãs pelo mundo dos famosos, como o ator Robin Williams, Barack Obama, Shakira, e o criador da série Os Simpsons, Matt Groening.

coluna hp 4

Na indústria do cinema, Harry Potter foi ainda mais aclamado. Embora não seja muito reconhecido pela Acadêmia de Ciências e Artes Cinematográficas, responsáveis pelo Oscar, a qual teve apenas doze indicações, o filme foi aclamado em outros diversas premiações do cinema mundial, chegando ao seu auge no BAFTA de 2011, em que o filme recebeu a honraria de “Marcante Contribuição para o Cinema britânico”, prêmio concedido para os grandes filmes produzidos na Inglaterra.

Harry Potter foi, literalmente, o pote de ouro para a Warner Bros no último século. Embora alguns menos informados digam que o número de filmes foi movido pela grande bilheteria dos mesmos, os produtores sempre tiveram a preocupação de produzir toda a série de livros, e é notável durante toda a produção a preocupação em satisfazer os fãs: Temos adaptações fiéis as obras de Rowling, acrescidos de diversas categorias técnicas da sétima arte, como os efeitos visuais e as trilhas sonoras, que por sinal, são excelentes. Isso sem falar do fantástico elenco, que além de lançar a carreira de diversos atores para o cinema, como Emma Watson, Daniel Radcliffe e Rupert Grint, as adaptações contam com grandes atores, como os premiados pelo Oscar Maggie Smith e Jim Broadbant.

coluna hp 3

Mas de todas as conquistas de Potter, uma das que mais se destaca é sua fanbase, os Potterheads. Sem querer desrespeitar as outras fanbases, mas é notável que os Potterheads se mantêm firmes por mais de 10 anos, sempre respeitando os antigos e novos fãs. Harry Potter deu a eles um grande leque de temas para serem estudados e pensados, podendo cintar como exemplo, as semelhanças entre Voldemort, o vilão da série e Hitler, o que repercute até hoje em diversas discursões, eventos e artigos sobre a saga, que é estudada por centenas de pessoas pelo planeta.

coluna hp 5

Poderia ficar horas aqui descrevendo a saga e citando eventos que fazem de Harry Potter o que ele se tornou, mas não é preciso de muita análise das mídias atuais para aceitar o impacto que essa série ganhou nas últimas décadas, o que elevou Rowling de uma simples mulher britânica, para um ícone da literatura atual. Mas muita coisa ainda está por vir: a indústria da Pottermania continua a girar, já temos dois parques temáticos, um museu, e milhares de seguidores em todo o planeta, que dão suporte ao maior fenômeno mundial da história do cinema e da literatura atual.

Participante do Sobre Sagas desde 2013, entrou na equipe como Colunista do site. Potterhead desde 2006, viu em Potter a oportunidade de se apaixonar por literatura fantástica (O Senhor dos Anéis, As Crônicas de Gelo e Fogo, Percy Jackson), e atualmente também tem se apaixonado por distopias (The Hunger Games) e dramas mais densos.