livro-cidade-de-papel-de-john-green-será-adaptado-para-o-cinema-sobre-sagas-2014-capa

John Green, autor de “A Culpa é das Estrelas”, diz que provavelmente nunca mais escreverá um livro

John Green

OMG! Parece que o John Green, autor de “A Culpa é das Estrelas“, anda bem desanimado com as suas ideias de autor. Após o sucesso de “A Culpa é das Estrelas“, “Cidades de Papel” e ao descaso com a adaptação de “Quem é Você, Alasca?“, o autor tem sentindo uma enorme pressão por parte dos fãs para escrever o próximo livro, isso acabou deixando o autor perdido.

Em recente vídeo publicado em seu canal no Youtube, o autor declarou:

“Eu comecei a sentir uma pressão intensa, como se as pessoas ficassem olhando por cima dos meus ombros enquanto eu escrevo. Em algum momento, eu deixei de ser “A Pessoa Que Escreve Livros” e me tornei a “Pessoa Que Escreveu Aquele Livro”. Escrever tem sido uma maneira sã e salvo de colocar para fora os meus pensamentos. Mas, agora, não é mais assim. Eu sinto falta de escrever, mas, da mesma forma que você sente falta de alguém que já amou. Eu não sei se publicarei mais algum livro e mesmo se publicar, não sei se o pessoal gostará”.

John também explicou que tentou criar uma nova história sobre adolescentes, mas que teve bastante dificuldades em organizar as ideias e criar boas cenas no papel.

Criador da Sobre Entretenimento - grupo que administra os sites Sobre Sagas, Sobre Pop e Sobre Séries, apaixonado por Lana Del Rey, iamamiwhoami e por Harry Potter, vê nos livros uma maneira de embarcar em um novo mundo, viver uma nova história e sentir diferentes emoções.
  • wesley

    triste tristíssimo
    espero que ele reconsidere e continue escrevendo
    o mundo nao pode ficar sem os livros lindos e maravilhosos
    a gente vai gostar sendo bom ou nao
    a gente vai adorar ler até a lista de supermercados dele

  • Daniel Bevilacqua

    Que pena, acredito que ele deveria investir em um outro nicho de mercado literário como o público adulto, dar um tempo na literatura adolescente, como a autora de Harry Potter fez, ao publicar morte súbita; isso irá motiva-lo a alçar novos caminhos profissionais