JK (1)snn

Antes de mais nada, essa noticia contem informações importantíssimas de Harry Potter and the Cursed Child – Parte 2, se você  quiser saber continue lendo a noticia. Se não, te pedimos encarecidamente que você pare de ler agora.

No começo de tudo, J.K. pediu para os fãs que fossem assistir a peça não divulgasse as informações da mesma. Ela mesma fez até uma campanha no twitter denominada de #KeepTheSecrets, a intenção era para que não estraguemos as surpresas para quem for assistir à peça depois das prévias. Nós respeitamos o pedido da autora, por isso deixamos os spoilers aqui no site e com sinalizações bem claras que indicam a presença deles. Por que resolvemos divulgar as noticias para vocês? Bem, entendemos que nem todos que nos acompanha, irá para Londres assistir a peça, por isso nos resolvemos divulgar as informações aqui no site. Lembrando que nos não estamos desrespeitando o pedido da autora, voltamos a repetir, apenas estamos divulgando as informações para as pessoas que não vão assistir a peça.

Lembrando ainda que essa noticia NÃO é um incentivo para você não ler o roteiro de Harry Potter and the Cursed Child, que será publicado em livro. Acreditamos que a experiência de leitura será diferente de apenas ler as informações contidas aqui no site. Para garantir sua cópia em inglês, que será lançada no dia 31 de julho, acesse este link, este ou este. A venda do livro em português ainda não teve início, mas fiquem ligados no site pois qualquer informação postaremos aqui. Desde já queremos creditar o site Animagos, pelas informações adquiridas.

Mais uma vez, está é a ultima chance para você que não quer saber de spoilers, parar de ler. Então vamos começar.

SPOILERS 
O rosto de Voldemort com uma cobra em formato de "V" envolvendo seu rosto.
Recapitulando o que houve na primeira parte: Alvo Potter e Escórpio Malfoy viajam no tempo para tentar salvar Cedrico Diggory das mãos de Voldemort, mas acabam causando mais problemas do que eles esperavam. Eles retornam mais uma vez, e dessa vez conseguem impedir Cedrico de continuar a Segunda Prova (o que faria com que ele não fosse o primeiro a chegar à taça), mas quando Escórpio volta para o presente nota que Alvo sumiu, e ao procurar por ele dá de cara com Umbridge, a nova diretora de Hogwarts, que o convida pra participar do Dia de Voldemort.

 

 

PRIMEIRO ATO

 

Um pôster com o rosto de Voldemort envolto por uma serpente em forma de V.

Harry está morto, e Alvo não nasceu. Voldemort ganhou a Segunda Guerra. Estamos na linha do tempo criada por Alvo Potter e Escórpio Malfoy depois de terem feito Cedrico perder a Segunda Tarefa. Draco Malfoy é Diretor do Departamento de Execução das Leis Mágicas, e comanda a eliminação de nascidos-trouxas. Em Hogwarts, seu filho Escórpio é idolatrado, e o chamam de Rei Escórpio. A família Malfoy é muito respeitada e tratada como realeza, justamente pela posição de Draco no Ministério da Magia. Nessa linha do tempo, Escórpio é mau, e foi ele que teve a ideia de prender estudantes nascidos-trouxas nas masmorras de Hogwarts.

Enquanto isso, o Escórpio que já conhecemos se sente mal com a situação. Ele e Umbridge conversam num escritório. Umbridge não entende o porquê de Escórpio estar querendo saber de Harry e a Batalha de Hogwarts, sendo que antes ele era quase considerado um Comensal da Morte. Depois da conversa com a diretora, Escórpio vai conversar com seu pai e os dois têm uma conversa longa sobre como Escórpio está diferente ultimamente. O pai também está preocupado com o porquê de o filho querer saber sobre Harry e parecer não entender o que está acontecendo. Escórpio diz que Astoria, sua mãe, havia dito que Draco era melhor do que parecia, o que faz Draco se espantar. Descobrimos que Astoria está morta nessa linha do tempo também. Draco parece não gostar de quem ele se tornou. Os dois terminam a conversa e dão um aperto de mão no qual eles viram as mãos e dizem “por Voldemort e à bravura”.

Na conversa, Draco menciona Snape, então Escórpio vai à procura do professor. Eles se encontram, mas no começo Snape não acredita em Escórpio e o chama de insolente e irritante. Escórpio, então, menciona a Snape a sua história com Lílian e Snape percebe que o que o garoto fala é verdade. Na conversa, Escórpio fala que Snape é muito corajoso e conta que Harry deu seu nome para um de seus filhos. Snape finalmente concorda em ajudar o menino. O professor explica que depois que Cedrico perdeu o Torneio Tribruxo, ele se tornou um Comensal da Morte e matou Neville. Por isso, Neville nunca matou Nagini e Voldemort venceu. Snape o leva para uma sala secreta onde as únicas pessoas que lutam contra Voldemort estão, e lá Rony e Hermione aparecem. Aparentemente Hermione é um dos mais ativos que lutam contra Voldemort nessa linha do tempo, e como consequência disso ela é incessavelmente cassada. Rony também é ativo. Ele e Hermione têm alguns momentos de carinho mas não estão juntos. Snape, Hermione e Rony são amigos.

Escórpio convence os três de que está contando a verdade, e conta tudo o que aconteceu na linha do tempo original. Eles criam um plano que consiste em voltar para as duas tarefas que foram modificadas e fazer com que os feitiços de Alvo e Escórpio não funcionem, pra tudo voltar ao normal. Eles conseguem evitar o feitiço da primeira tarefa, mas acabam se complicando na segunda tarefa, por que os dementadores aparecem. Hermione diz para Escórpio, Snape e Rony continuarem, e que ela seguraria os dementadores. Rony se nega e diz que vai ficar com Hermione. Ela revela que sempre o amou, e os dois enfrentam os dementadores juntos. Os dementadores derrubam os dois e se preparam para beijá-los; os dois dão as mãos e morrem juntos. Snape e Escórpio, enquanto isso, vão para uma parte da floresta, mas lá encontram mais dementadores. Snape conjura seu Patrono para que Escórpio tenha tempo de fugir, mas também acaba beijado. Antes de morrer, ele diz para Escórpio dizer a Harry que ele tem orgulho de Alvo carregar seu nome.

Escórpio consegue consertar o que fizeram na segunda tarefa e Alvo aparece de novo. Eles voltam para a linha do tempo original e encontram Draco, Harry e Gina. Eles exigem uma explicação e eles dão. Escórpio termina contando que tinha perdido o vira-tempo, e todos se preocupam. McGonagall fica muito brava por tudo isso ter acontecido em sua escola, e pede que alguém vá procurar o vira-tempo. Todos vão para seu escritório e discutem o acontecido. Hermione e Rosa se encontram e se abraçam, já que Rosa não existia nas linhas do tempo criadas por Alvo e Escórpio.

Harry vai para o dormitório da Sonserina e conversa com Alvo, e diz que ele não poderia mais sair dali com ninguém. Ele expressa sua preocupação e Alvo fica surpreso. “Você ficou preocupado?” ele diz, Harry responde: “É isso que você pensa de mim?”, e tira os óculos. Harry, chorando, admite que ficou com medo. Alvo fica surpreso com a reação do pai. “Achei que você não tivesse medo de nada”.

Vemos outro sonho de Harry, ele está com Petúnia visitando o túmulo de seus pais. O pequeno Harry diz “Tia Petúnia, você disse que meus pais não tinham amigos…”, ela responde: “É, ninguém gostava deles”. E Harry fala: “Então por que o túmulo deles tem tantas flores?”, e ele começa a ler os recados deixados lá, como “sua coragem não será esquecida.” De repente Voldemort aparece por trás do túmulo. E agarra Alvo. Harry acorda com sua cicatriz doendo.

Enquanto isso, em Hogwarts, Alvo e Escórpio conversam no dormitório. Escórpio revela que escondeu o vira-tempo e que pretende destruí-lo. Eles vão para o Corujal para não chamar a atenção de ninguém, e lá encontram Delphi. Ela insiste em salvar Cedrico, mas eles dizem que se fizerem isso vão estragar a linha do tempo. Quando explicam o que estão fazendo, Delphi oferece sua ajuda para destruir o vira-tempo. Quando ela se vira para colocar o vira-tempo em sua bolsa, Alvo nota uma tatuagem nas costas da menina, e pergunta o que é. Ela responde: “É o símbolo do Agoureiro, eles veem o futuro…” Escórpio estranha: “Na linha do tempo em que Voldemort sobreviveu tinha um Agoureiro…” Delphi, então, revela que é uma simpatizante de Voldemort e que na verdade pretende roubar o vira-tempo e fazer com que Voldemort volte ao poder, e ela precisa usar Alvo, por que segundo uma profecia que ela ouviu, ele é quem tem que fazer isso.

Harry e Gina descobrem que Alvo e Escórpio não estão no dormitório e surtam. Rony diz ter visto os dois com a Delphi. Harry vai atrás de Amos Diggory e o confronta sobre sua sobrinha. Amos diz que não tem sobrinha e que não sabe quem é Delphi. Eles vão para uma sala na qual ela estava hospedada e encontram uma profecia escrita por todas as paredes do quarto. A profecia envolve um pai morto e seu assassino. No fim das contas, a profecia prevê o retorno de Voldemort e a existência de sua filha. E essa filha é Delphi.

Delphi quebra a varinha de Alvo e Escórpio, os amarra e os obriga a voltarem para a terceira tarefa do Torneio Tribruxo, mas Alvo se recusa a continuar, pois diz que o vira-tempo só funciona por cinco minutos. Escórpio diz que profecias não são reais, e Delphi o lança uma maldição Cruciatus. Alvo e Escórpio decidem que preferem morrer do que deixar Delphi vencer. Ela fica irada, mas antes de fazer qualquer coisa, surge Cedrico Diggory e a imobiliza. Ele desamarra os dois e antes de ir em frente no labirinto, Alvo diz que Amos o ama muito. Delphi é desmobilizada, agarra os dois e viaja no tempo de novo.

SEGUNDO ATO

Alvo e Escórpio descobrem que estão na noite em que Lílian e Tiago Potter morreram em 1981, e supõem que Delphi tenha decidido matar o bebê Harry Potter. Na verdade, o plano era empedir que Voldemort matasse a criança, para que o Avada Kedavra não ricocheteasse e o matasse, causando tudo o que acabou levando à queda do Lorde das Trevas.

Enquanto isso, Harry está frustrado e Dumbledore vai visitá-lo. Harry se irrita e começa a gritar com Dumbledore por tê-lo colocado em um lar abusivo, tê-lo criado para morrer e por ter sido manipulador. Dumbledore chora, e diz a Harry que ele nunca quis que Harry sofresse, e que fez o que era melhor para todos. Ele termina dizendo a Harry que o ama. Harry diz que também o ama e Dumbledore diz que ele estava cego por seu amor por Harry assim como Harry está cego pelo amor dele por Alvo. Dumbledore diz: “O que sei sobre amor?”

Dumbledore vai embora e Draco entra. Harry e ele conversam. Draco revela que Astoria e ele, de fato, tiveram Escórpio juntos, mas que algum parente de Astoria tinha uma doença hereditária que passou para ela. Ao dar à luz Escórpio, Astoria ficou ainda mais fraca, causando sua morte prematura quando Escórpio fez treze anos. Harry simpatiza com Draco, que fala: “Sabe como é solitário ser Draco Malfoy? Nunca consigo fugir dos rumores, das acusações e das suspeitas”. Draco revela que o vira-tempo que os meninos usaram não é o único que sobrou. Aparentemente, Teodoro Nott trabalhou para Lúcio e conseguiu para ele um vira-tempo há muito tempo, que Draco acabou “herdando”. Ele diz a Harry que o outro é apenas um protótipo, que só pode funciona por 5 minutos, mas que este é um “verdadeiro” e pode levá-los por bem mais tempo. Draco quer usá-lo para salvar os garotos, mas Harry diz: “Não sabemos onde eles estão, é perigoso demais… deixe com eles” e Draco acaba concordando, relutantemente.

Em Godric’s Hollow, no passado, Alvo e Escórpio planejam encontrar Delphi e detê-la  de alguma maneira. Contudo, como não têm como lutar com ela, eles precisam pedir ajuda a Harry. Tiago e Lílian aparecem na porta de sua casa com um carrinho de bebê. Alvo e Escórpio lembram das propriedades de uma poção que o Rony usou certa vez e vão para a casa de Batilda Bagshot procurar por um pouco dela. Eles derramam a poção na manta do bebê e escrevem uma mensagem, “pai ajuda 311081”. Harry, Gina, Hermione, Draco e Rony encontram a mensagem na manta e vão salvá-los.

Pais e filhos se reencontram, e decidem se esconder na Igreja de São Jerônimo para esperar por Delphi, mas com o passar do tempo, eles começam a suspeitar que algo está errado. Eles deduzem o plano original de Delphi, de não deixar Voldemort matar Harry. Eles então decidem que um deles vai se disfarçar de Voldemort e atrair Delphi para a igreja, , onde ela poderá ser detida. Eles discutem por um longo tempo sobre quem vai fazer isso. Harry, por fim, se voluntaria e todos acabam concordando que essa é a melhor escolha. Harry se disfarça de Voldemort e todos concordam em se esconder nas salas da igreja até Harry atrair Delphi para um lugar combinado, onde eles vão “dar uma investida”, como Rony diz. Hermione estipula o lugar de todos e Draco diz: “ser mandado por Hermione Granger… até que eu curti”.

Delphi aparece e vai até a igreja ao encontro de Harry-Voldemort. Ela explica que é sua filha, e Harry-Voldemort fala: “mas eu não tenho filha”. Ela explica que sua mãe é Belatriz, e que nasceu poucos meses antes da Batalha de Hogwarts, Rodolfo, o marido de Bela e padrasto de Delphi, fora quem lhe contou toda a verdade. Harry tenta fazer com que ela chegue até o local combinado, mas Delphi imediatamente começa a dizer que Voldemort não deveria matar Harry. O feitiço de disfarce começa a desaparecer e Harry fica de costas para que ela não veja, mas Delphi percebe e aponta a varinha na direção dele, trancando as portas para que ninguém possa ajudá-lo. Eles duelam, Harry quase é atingido pelo Avada Kedavra, até que, finalmente, Draco, Hermione, Rony e Gina destrancam as portas e cercam Delphi, imobilizando-a. Delphi implora para que eles a matem ou que apaguem sua memória. Ela diz que só queria conhecer o pai e estar com ele.

Harry assiste seus pais morrerem, porque ele sabe que é a única forma de assegurar que a linha do tempo original permaneça intacta. Ouvimos as vozes de Tiago e Lílian implorando para Voldemort não matá-los e tentando proteger Harry. Harry adulto cai no chão, em completa agonia. Hagrid chega até a casa, vê que Tiago e Lílian estão mortos e promete que eles nunca serão esquecidos. Ele vê o bebê, enrola-o com a manta e o leva embora.

Delphi é capturada e levada para Azkaban. Escórpio e Alvo retornam a Hogwarts, e lá, Escórpio revela que convidou Rosa para sair, mas ela negou. Mas garante que ela vai voltar atrás em algum momento: “Ela olhou para mim com pena, mas isso já é o suficiente”. Alvo ri e depois Rosa passa provocante, flertando com Escórpio. É aí que Alvo percebe que talvez ele tenha razão. Alvo e Harry caminham e conversam num cemitério. Eles estão no túmulo de Cedrico, e lá promete que será um pai melhor, e Alvo se compromete em ser um filho melhor. Nessa conversa, Harry diz que ainda lamenta imensamente a morte de todos que ele perdeu e diz que queria que Cedrico tivesse vivido. Harry deixa claro que tem medo de muita coisa (da escuridão, de lugares apertados e até de pombos) e não há nada de errado com isso. Ele diz a Alvo: “Você não precisa ser destemido para ser corajoso”. Alvo e Harry falam sobre Snape e Dumbledore, e Alvo diz que eles eram bastante corajosos. Harry concorda, mas diz que eram grandes homens com grandes falhas, e que essas falhas apenas os deixaram melhores.

“Parece que será um bom dia”, diz Alvo. Harry concorda.

 

INFORMAÇÕES ALEATÓRIAS 

  • Perto do começo da peça, Rony diz a Hermione que quer renovar seus votos de casamento. Depois eles se beijam.
  • Luna não aparece na peça em momento algum.
  • Apenas Rosa e Alvo da família dos Granger-Weasley e Potter aparecem na segunda parte da peça. Nada de Hugo de novo, mas a existência dele é confirmada na peça! Alguém diz que Rony e Hermione têm “dois filhos, uma menina e um menino”, pelo menos duas vezes ao longo da peça.
  • Sirius não aparece. Durante as duas peças inteiras ele só é mencionado junto com os outros Marotos.

A relação de Escórpio com Rosa não parece fazer sentido para um dos espectadores, porque a peça foca muito no relacionamento entre Alvo e Escórpio e a relação entre eles é repetidamente referenciada e aprofundada ao longo de toda a aventura. Eles inclusive dizem que “devem ficar juntos” [não necessariamente no sentido amoroso, mas enfim…]. Escórpio vive dizendo a Alvo o quanto ele significa para ele e como ele não trocaria a amizade deles por nada, etc. Inclusive, há uma sequência de 10 minutos em que Escórpio e Alvo são separados e em que eles se sentem depressivos e amuados por não estarem juntos. Escórpio fica com muito ciúme por causa de Delphi (Alvo tem uma paixonite por ela). O espectador sente que em uma cena eles estavam juntos de novo e ele jura que sentiu que eles iriam beijar, porque se aproximaram muito.

Uma explicação adicional sobre Delphi: Quando Alvo e Escórpio conhecem Delphi, ela está trabalhando num tipo de “asilo” para bruxos no qual Amos Diggory vive. Desde o começo fica claro que ela é mais velha do que os meninos. Ela diz aos garotos que nunca estudou em Hogwarts porque tinha uma doença quando era criança. No final da peça a gente descobre que ela está mentindo em relação a isso, e que na verdade ela é um pássaro agoureiro malvado, filha de Voldemort, nascida antes da Batalha de Hogwarts. O espectador que contou essas coisas não sabe dizer (e acha que a peça não explica) quem cuidou dela depois da guerra ou como ninguém descobriu sobre ela por 19 anos. Provavelmente, Rodolfo Lestrange (quem poderia ter cuidado dela) ou foi morto durante a Batalha de Hogwarts ou foi preso em Azkaban.

 

Mais informações, postaremos em nosso site!